SEJA BEM VINDO SEMPRE!

Olá! Que a Paz de Cristo reine em teu coração! É um grande prazer receber você em minha página. Espero que edifique sua vida e que você indique este blog às outras pessoas! Abraço.

segunda-feira, 25 de abril de 2011

PASTOR CARLOS PADILHA REASSUME LIDERANÇA DA ASSEMBLÉIA DE DEUS EM PRESIDENTE PRUDENTE


Ele é presidente desta igreja pela terceira vez
Pastor Carlos Padilha de Siqueira
1º vice-presidente da CONFRADESP e
Presidente da AD em Presidente Prudente

A diretoria da CONFRADESP, Convenção Fraternal Inter-estadual das Assembleias de Deus (Ministério do Belém) no Estado de São Paulo, reuniu-se nesta noite no templo-sede da AD em Presidente Prudente e reconduziu á presidência daquela igreja o patriarca e seu 1º vice-presidente, pastor Carlos Padilha de Siqueira, em lugar de seu filho, pastor João Carlos Padilha de Siqueira, que faleceu no último dia 21 deste mês aos 44 anos. As reuniões foram dirigidas pelo presidente, pastor José Wellington Bezerra da Costa.

Com o templo lotado, durante o tempo em que a diretoria esteve reunida, vários grupos louvaram a Deus, inclusive o do Círculo de Oração, regido pela  que foi dirigido pela irmã Márcia Teixeira Padilha de Siqueira, coordenadora geral da União Femininda das ADs do campo de Presidente Prudente (UFADEPRESP).

As 20h34min, o pastor José Wellington abriu a Assembléia Geral Extraordinária e anunciou a renúncia da atual diretoria, que foi empossada no dia 1 de janeiro, em seguida leu Josué 1:1-7 e apresentou a decisão que segundo ele, foi de concenso. No momento em que o nome do pastor Padilha foi anunciado, um coro de palmas ecoou no templo.

O pastor José Wellington Costa Junior, 2º vice-presidente da CONFRADESP e líder da AD, Ministério do Belém em Guarulhos, setor 19 fez uma oração calorosa e em seguida pastor Padilha convidou a antiga diretoria para reassumir suas funções, o que foi aceito por todos. A vice-presidência permanece com o pastor Davi Ferreira Costa.

Em seguida usou a palavra, o pastor presidente da AD de Marília, Elandi Mariano que falou “sobre os mistérios de Deus”. O presidente da AD Campinas pastor Paulo Roberto Freire da Costa apresentou sua solidariedade e ressaltou sua alegria em participar de uma reunião “onde vemos a vontade de Deus sendo concretizada e também os desejos de nossos corações” e acrescentou ainda “Deus tem o controle de tudo”.

O patriarca Joel Amâncio, ex-presidente da igreja notabilizou que “não podia haver uma escolha melhor que esta”. O pastor presidente da AD em Araçatuba e 1º tesoureiro da CONFRADESP, Emanuel Barbosa, parabenizou ao pastor Padilha pela coragem de assumir tamanha responsabilidade.

Esta é a terceira vez que pastor Padilha reassume a direção desta igreja que conta com 162 congregações, sendo somente em Presidente Prudente, 90. Tem uma emissora de AM a Rádio Paulista e um programa de TV. No próximo mês de junho, no batismo do centenário a igreja pretende batizar 1000 novos crentes, fontes dão conta que eles já tem cadastrados 978 novos convertidos que estão prontos a se batizarem.

Muitos pastores da região oeste e alta paulista e ainda da capital e do interior estiveram presentes. Às 21:08 hs a ata foi lida e aprovada por todos. Ficou decidido ainda que a igreja estará cuidando da irmã Márcia Padilha e de seus filhos. Pastor José Wellington disse que “ eles serão cuidados como convém aos santos”.

Pastor Padilha decidiu junto com a igreja que nesta próxima terça-feira o culto estará cancelado, devido a rotina agitada destes últimos dias.

Fonte: Texto extraído na íntegra do Blog do Pastor José Wellington

sexta-feira, 22 de abril de 2011

PAIXÃO DE CRISTO – EXCELENTE VÍDEO (Ainda não ví melhor)


A chamada “sexta-feira santa”, envolve emocionalmente cristãos de todo o mundo. Independentemente das questões polêmicas e teológicas envolvendo a veracidade do calendário do mundo ocidental para comemorar a morte de Cristo, a comoção é legítima. E assim deveria ser em todos os nossos cultos de Ceia do Senhor, em todas as pregações evangelísticas que tem como tema central a crucificação e a redenção. Infelizmente, embora nos tornemos repetitivos ao tratar deste assunto, a data que culmina com a comemoração da páscoa, foi transformada como várias outras datas religiosas numa gigantesca exploração comercial que nada mais visa, senão o lucro obtido com as vendas dos famigerados ovos de páscoa, e, este ano, até com a venda de coelhos de verdade em lojas especializadas. É de bom senso voltar nossas atenções ao real significado desta data, embora não tenhamos as vãs superstições envolvendo a ingestão de carne vermelha e uma série de outros costumes exercitados pelo paganismo. Pensando nisto, achei útil e interessante publicar este vídeo que encontrei na rede. O material foi produzido pela Igreja Mars Hill, que é liderada pelo Pr. Mark Driscoll. Achei-o perfeitamente objetivo e sabiamente elaborado como um belo e direto do resumo do que Cristo padeceu naquelas quinta e sexta-feira que mudaram para sempre a nossa história. Tem duração de 30 minutos e merece atenção especial. Antes porém, é importante publicar aquí as recomendações indispensáveis dadas pelos produtores:

Nota: O filme contém cenas fortes e não é recomendado para menores de dez anos de idade. Por favor, considere, em oração, a permanência de seus filhos nas classes bíblicas durante a exibição.

Importante:Por favor, sinta-se incentivado a compartilhar e exibir em sua igreja. Só pedimos que siga as permissões abaixo:

Permissões: Você está autorizado e incentivado a reproduzir e distribuir este material em qualquer formato, desde que adicione as informações supracitadas, não altere o conteúdo original e não o utilize para fins comerciais.

ASSISTA:



Fontes colaboradoras: Púlpito Cristão e Blog Voltemos


Pr. Jesiel Freitas

quinta-feira, 21 de abril de 2011

NOTA DE FALECIMENTO - Pastor João Carlos Padilha de Siqueira

Pastor João Carlos Padilha de Siqueira - Presidente da AD em Presidente Prudente

Depois de lutar contra um câncer, pastor João Carlos Padilha, 44 anos, passou para a Eternidade hoje, por volta das 4h. Ele chegou a ser atendido por médicos em São Paulo e estava sendo acompanhado em sua casa. Presidia a igreja em Presidente Prudente (SP) desde 2005, quando seu pai, pastor Carlos Padilha passou a presidência ao filho e jubilou-se.

Antes disso, pastor João Carlos liderou as igrejas em Mirante do Paranapanema, centro de disputas de terras devolutas do Estado de São Paulo e concentração de grande número de membros do Movimento Sem Terra. Lá ele efetuou atividade envolvendo membros do movimento. Em seguida, pastoreou a igreja em Piedade, também em São Paulo, antes de assumir Prudente.
 
Pastor João Carlos presidia o Conselho Fiscal da CGADB, mas estava licenciado há meses, em função do tratamento médico. Após ser eleito, prometeu realizar um trabalho de referência. Mantinha ainda o cargo de 2º secretário da Confradesp (Belenzinho).

Deixa viúva Márcia e os filhos Marcile (casada), Maressa e João Carlos Padilha Filho. O corpo está sendo velado no templo da igreja em Presidente Prudente e deverá ser sepultado amanhã, sexta-feira, às 10h.
 
Estamos em oração pela família e igreja.

Pr. José Wellington e irmã Wanda Freire.



Recebí com muito pesar esta notícia hoje pela manhã. Sempre tive uma relação afável com o amado Pr. João Carlos Padilha. Tive o prazer de dividir o púlpito com este servo de Deus em algumas Escolas Bíblicas e outros eventos. Sem dúvida, a terra perde um grande guerreiro de Deus e certamente o céu recebe um destemido vitorioso que descansa do seu labor e de sua luta. Deixo aquí meus sinceros pêsames à família Padilha e à amada igreja em Presidente Prudente. 

Pr. Jesiel Freitas 

sábado, 16 de abril de 2011

CAMINHO ESTREITO. Não há atalhos para o céu! (PARTE II)


O cristão e a renúncia


No primeiro texto dessa série tratei sobre a máxima do Senhor Jesus Cristo em relação aos dois caminhos disponíveis aos homens para livre escolha: o caminho largo e o caminho estreito. Finalizei o texto com a seguinte pergunta:
                                                           
 “Afinal, que cristianismo é este no qual renúncia tornou-se uma palavra completamente desconhecida?”

É impossível caminhar pelas páginas do Novo Testamento, especialmente Atos dos Apóstolos, e não deparar-se com inúmeros relatos de conversões genuínas das pessoas a Cristo, marcadas por transformações radicais de comportamentos. Outras, no entanto, foram duramente alertadas por Jesus sobre a necessidade de renunciarem suas práticas, seus velhos hábitos, aos seus sentimentos errados, e especialmente, suas equivocadas visões a respeito do Reino de Deus. Disto, tratarei um pouco mais adiante. Vejamos as palavras do Mestre em Mateus 16.24:

Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me;

Podemos afirmar seguramente com base neste texto e inúmeros outros, que não existe evangelho aplicado, sem renúncia. É difícil tratar disto. E é difícil porque a maioria das pessoas que procura conforto nas igrejas, não aceita esta verdade. Ainda por outra razão: Ministros e líderes tem trocado suas convicções pelos meios que os levam aos fins. O Senhor Jesus nunca aceitou ou ensinou este tipo de abordagem do evangelho. Com clareza ele informa no texto acima que aqueles que quiserem tornarem-se seus reais seguidores, precisam estar dispostos a renunciar! Há várias atitudes que o homem precisa renunciar, como demonstrarei nos exemplos a seguir:

  1. Nicodemos precisou renunciar sua timidez e sua altivez em relação à lei e ao farisaísmo, para que pudesse chegar ao novo nascimento de fato: João 3: 1-10
  2. Os discípulos tiveram que renunciar ao orgulho, a ambição e a pretensão de posições destacadas para almejarem o céu: Mateus 18: 1-4
  3. O jovem rico, se quisesse receber a vida eterna, precisaria desapegar-se dos bens materiais. Renúncia ao palpável: Mateus 19: 16-30
  4. Os filhos de Zebedeu precisavam renunciar a presunção e ao desejo de exclusividade: Mateus 20: 17-23
  5. O rico insensato precisava renunciar a sua avareza: Lucas 12: 13-21
  6. Zaqueu prontificou-se a renunciar uma vida de desonestidade para servir a Cristo com a consciência livre de culpas: Lucas 19: 1-8

Eu poderia citar ainda inúmeros outros textos, mas estes bastam para firmar e fortalecer nos corações a verdade de que o verdadeiro evangelho transforma pessoas, levando-as a renunciar. Portanto, RENÚNCIA é a palavra que não se separa de maneira alguma da ação resultante da aplicação do Evangelho do Senhor Jesus Cristo. Sem qualquer sentimento prepotente, arrogante ou pedantismo, mas apenas com minhas convicções bíblicas e doutrinárias acerca do EVANGELHO, e não dos homens e suas tradições, posso afirmar seguramente:

EVANGELHO QUE NÃO PROVOCA RENÚNCIA, NÃO É EVANGELHO!

Se desejar ler a primeira parte desse artigo, siga o link:



Pr. Jesiel Freitas

Related Posts with Thumbnails

Faça parte de nosso ministério!

Faça parte de nosso ministério!